domingo, 2 de julho de 2017

Minhas aquarelas


Imagem relacionada

Minhas aquarelas


Estando eu no meu trem
A muito mais que sessenta
Numa saudade que alenta
E acalma como ninguém
Das lembranças que me seguem
Em versos deixo as mais belas
Minhas sutis, doces telas
As flores dos meus jardins
Um sentimento sem fim
Estampado em aquarelas


Autor
Carlos Marcos Faustino

02/07/2017-domingo – 15h58

2 comentários:

  1. Parabéns meu amigo, belo trabalho muito lindo

    ResponderExcluir
  2. Tania Maria Gimenes Brochini
    Já comentei que é linda mas como li de novo volto a dizer: linda!
    03 de julho de 2017 às 00:40

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.