segunda-feira, 10 de abril de 2017

Avenidas


A imagem pode conter: céu, atividades ao ar livre e natureza

Avenidas

Perdemos  o nosso compasso
No  trilhar de cada dia
Sei que não foi por cansaço
Nem por  falta de alegria.

Vestiu novo traje
 E noutras companhias
Subiu os degraus mais pro alto
E eu fiquei do asfalto
No compasso de  aplausos
Numa eufórica torcida.

Era outro plano como se houvesse
Duas grandes avenidas
Com mãos opostas, cada qual na sua rota
Você partindo pra sua conquista.

Numa cena dum  futuro  qualquer
Uma única avenida
A roda gigante nos trilhos da vida
Levou em suas voltas os restos de nossa historia
Pra sempre no assobio do vento diluída,

Autor
Carlos Marcos Faustino

11 /04/2017 – terça-feira -01h27

5 comentários:

  1. Tania Maria Gimenes Brochini
    Muito linda
    11 de abril de 2017 às 01:58

    ResponderExcluir
  2. Elizabeth Manrique
    Muito linda!
    11 de abril de 2017 às 07:45

    ResponderExcluir
  3. Cleide Temporim
    Cleide Temporim Linda,linda.
    11 de abril de 2017 às 18:53

    ResponderExcluir

  4. Magnólia Miranda
    Magnólia Miranda ·
    Linda demais !
    ll de abril de 2017 às 19:53

    ResponderExcluir
  5. Sonia Zammataro
    Sonia Zammataro ... e assim se foram "os restos de nossa história"
    Que pena !
    11 de abril de 2017 às 21:59

    ResponderExcluir

LICENÇA - Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada

Licença Creative Commons
Todos os textos de Carlos Marcos Faustino, bem como de demais autores postados no Blog de Faustino Entreletras é licenciado sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivados 3.0 Não Adaptada.
Baseado no trabalho em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.
Perssões além do escopo dessa licença podem estar disponível em http://faustinopoeta.blogspot.com.br/.